quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação

Porquanto tão encarecidamente me amou, também eu o livrarei; pô-lo-ei em retiro alto, porque conheceu o meu nome.
 Ele me invocará, e eu lhe responderei; estarei com ele na angústia; dela o retirarei, e o glorificarei.
 Fartá-lo-ei com longura de dias, e lhe mostrarei a minha salvação.
(Salmos 91.14-16)
 
            O desfecho desse Salmo do Senhor é poderoso! O Senhor nos promete, por nossa fidelidade, nos livrar de todas as tentações dessa terra. Isso é amarmos de maneira encarecida, com cuidado, com zelo, com desprendimento, a despeito das circunstâncias que se coloquem;  porque se faz necessário que todo aquele que queira ser usado pelo Senhor se desprenda, se separe dos exageros e dos vícios do mundo.
 
            Mas, o que verdadeiramente é amar ao Senhor? É falar da boca para fora que o ama? É gritar para o mundo inteiro ouvir que daríamos a nossa vida por Ele e por Seu Evangelho? É fazer as correntes na igreja e jejuar por 45 dias? É colocar o uniforme e fazer as vezes de obreiro ou pastor aprovado pelos homens? Não!
 
            O Senhor Jesus, nos explica de maneira categórica o que é amá-lo. Palavras do Senhor Jesus: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, este é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei e me manifestarei a ele.” (João 14.15).

                 Posso me lembrar do episódio em que o profeta Samuel repreendia a Saul por não ter cumprido o mandamento do Senhor, e este ainda tenta justificar a sua decisão ao profeta, alegando separar o melhor para o sacrifício e, colocando a culpa no povo. Disse-lhe o profeta: "Tem porventura, o Senhor tanto prazer em holocaustos e sacrifícios como em que se obedeça à palavra do Senhor? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar; e o atender melhor é do que a gordura de carneiros." ( 1 Sm 15.22)

                 Só um comentário rápido: o perfeito não obedece porque não quer e, ainda quer colocar a culpa de sua irresponsabilidade nos outros...

               Samuel estava lhe dizendo que não importa o que se faça, não importa o que é melhor segundo a visão humana. Samuel estava lhe dizendo que podemos dar tudo, mas se estivermos em desobediência, o Senhor não vai receber. Muitos estão achando que por cumprirem alguns ritos religiosos estarão agradando ao Senhor, ledo engano. Deus não quer rituais, Ele quer o verdadeiro amor; e o verdadeiro amor, a verdadeira adoração é a obediência à Palavra do Senhor!!!
 
            Amar ao Senhor não é um rito religioso; não é viver uma fé ritualística, é a praticar a Sua Palavra. Reparem o que o Senhor diz na passagem: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda”. Significa que não basta apenas saber os mandamentos do Senhor, não basta recitar versículos, não basta conhecer a Bíblia de trás pra frente. O que importa realmente é se a pessoa irá colocar em prática aqueles mandamentos.
 
            Esses dias fui usado pelo Senhor para a libertação de um jovem no bairro de Bonsucesso no Rio de Janeiro. O rapaz ocasionalmente topou comigo e viu a minha Bíblia. Veio correndo atrás de mim e me perguntou se eu era de alguma igreja.Disse -lhe que era de Jesus, pois de uma igreja qualquer um pode ser...
 
            Começamos a conversar e, o rapaz já conhecia todas as palavras que eu lhe dava, inclusive fazendo pouco caso dela. E ele realmente conhecia, porque depois me revelou que era músico e que tinha sido levita.
 
            Até então, a palavra estava batendo e voltando, até que o Espírito Santo me tomou e falou para aquele rapaz: A Palavra não está funcionando com você, porque você não a está colocando em prática. Oramos , impusemos as mãos, repreendemos o mal e o rapaz foi liberto.
 
            O que estava em jogo naquela vida não era o conhecimento da Palavra, era a sua prática.
 
            Quando conhecemos e não praticamos somos piores do que os pecadores; “Aquele, pois, que sabe fazer o bem e não o faz, comete pecado.” (Tiago 4.17).  Meus irmãos, a Palavra de Deus não é brincadeira; andar com Jesus é negar-se a si mesmo e fazer, não as suas vontades, mas a do Pai. As nossas vontades pouco contam, porque o Senhor sabe o que é melhor para nós. Mesmo que de início não entendamos, ou não vejamos lógica nenhuma. Mas os pensamentos do Senhor não são os nossos pensamentos; nem os seus caminhos, os nossos caminhos. (Isaías 55.8)
 
            E se chegamos a esse ponto de termos os mandamentos e não guardarmos,  cairemos no maior dos erros: a hipocrisia. Os olhos do Senhor estão em todo lugar. Não haverá explicações no Dia da Sua ira.
 
            Sabem aquelas duas opressões satânicas que tem imperado em muitas igrejas e em muitas vidas: o “não tem nada a ver” e o “Deus me entende”. O Espírito diz que o Senhor somente entende, somente tem a ver com o que está escrito. Ele só entende os seus mandamentos, Ele só entende a Sua Palavra. Não erreis, irmãos, de Deus não se zomba!
 
            Para aquele que guardou os seus mandamentos vem a honra, o refrigério pela presença do Espírito Santo. Repare o que o Senhor diz: vou colocá-lo em retiro alto, porque conheceu o meu nome, porque guardou os meus mandamentos. A Bíblia diz que o Caminho é alto e Santo e, pelo caminho do que guarda os mandamentos do Senhor, o imundo não passa; nunca vai passar (Is 35.8).
 
            Deus é fiel, e, por Amor ao Seu nome, Ele cumpre todas as suas promessas. Nenhuma Palavra das promessas do Senhor caiu e nem vai cair. Se você tem uma promessa do Senhor na sua vida; aquela Palavra que saltou aos seus olhos, aquela Palavra que O Senhor colocou na boca de alguém, fique firme, pois a palavra vai se cumprir. “Retenhamos firmes a confissão nossa esperança, porque fiel é o que prometeu.” (Hebreus 10.23).
 
            E quando chegarmos a tal nível de fé, que pode ser pequena como um grão de mostarda, seremos conhecidos do Senhor. Ele nos atenderá, e  realmente dará ordens aos seus anjos a nosso respeito.
 
            Você invocará ao Senhor e Ele te responderá. Se hoje o Senhor não tem te respondido, faça uma auto-análise, peça a ele para te mostrar onde você está errando; porque o erro sempre está em nossa vida, nas nossas atitudes, porque a Lei do Senhor é perfeita, assim como O Criador é perfeito.
 
Quando Ele te mostrar onde está o erro, se concerte o mais rápido possível com o Senhor, peça perdão por suas transgressões; por aquelas que você tem consciência e, por aquelas que você não tem. Clame, grite, chore, implore o perdão do Senhor. E verás Ele te socorrendo e te tirando da angústia.
 
Assim diz o Senhor: “Invoca-me no dia da angústia; eu te livrarei e tu e glorificarás.” (Salmos 50.15). Eu te livrarei e tu me glorificarás!
 
Muitas das vezes, pela multidão de nossas transgressões, o mal nos atinge. Se esse é o seu caso, basta se acertar com o Senhor e verás a salvação dEle se manifestar em sua vida.
 
Você já reparou como o crente que vive na justiça morre? De velhice. Com longura de dias.
 
E por que alguns crentes que moram na igreja, morrem das mais terríveis doenças? Por não guardar os mandamentos.
 
Deus não pode se contradizer!
 
A igreja está enganada! Muitos acham que a obra do Senhor é eterna festa, é só alegria...as pessoas estão ensoberbecidas. As pessoas estão tomadas pela vaidade.
 
E se tem uma coisa que o Senhor, meu Deus, detesta é a soberba. Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes.
 
Deus detesta a soberba no homem; porque a soberba no homem, lembra a Deus o pecado de Lúcifer na glória. Só para lembrar: ele era querubim ungido, aferidor de medida, perfeito em formosura. Mas o se ensoberbeceu o coração e Deus não permite a rebelião.
 
Porque muitas pessoas dentro da igreja não prosperam? E aqui falo em prosperidade, no sentido de desenvolvimento; Não prosperam, porque são soberbas, e Deus não aceita, e não recebe a glória de homens.
 
Pergunte a qualquer pastor. Quando o pastor está pregando uma palavra de vitória, a igreja vem a baixo, tem língua estranha, profecia, revelação, sinais e prodígios. Mas, quando o mesmo pastor prega uma palavra de repreensão, você ouve pouquíssimos glórias a Deus na igreja, diria nenhum.
Por quê? As pessoas estão errando, mas não querem ouvir a correção, não querem se acertar com Deus. É mais fácil dizer que “Deus entende”, do que se acertar com Ele. E por isso não prosperam, por isso estão há quarenta anos no banco da igreja, sem sair do lugar. Assim, também funciona no mundo.
 
Meu irmão, o Senhor te diz no dia de hoje, que somente vai te prosperar quando você começar a andar nos seus caminhos, guardar os seus mandamentos, quebrantar o seu coração.
 
Enquanto você quiser lutar com Deus, fazendo o que você acha que está certo, Ele não vai te entregar a bênção que tem para a sua vida.
 
Na dúvida meu irmão, fique com o que diz a Palavra do Senhor:
 
 E será que, se ouvires a voz do Senhor teu Deus, tendo cuidado de guardar todos os seus mandamentos que eu hoje te ordeno, o Senhor teu Deus te exaltará sobre todas as nações da terra.
 
 E todas estas bênçãos virão sobre ti e te alcançarão, quando ouvires a voz do SENHOR teu Deus.
 
(Deuteronômio 28.1-2)