sexta-feira, 13 de setembro de 2013

E deu-lhes poder sobre os espíritos imundos

“E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal”.

Ainda há pouco, orava ao Senhor Jesus pedindo a Ele que me usasse com poder e fogo, para que ao abrir a boca, milagres sinais e prodígios surgissem e Seu nome fosse glorificado em minha vida. Orando essa manhã, no entanto, pude perceber a grande inutilidade desse pedido. O Senhor me mostrou uma simples, porém poderosa verdade que eu havia me esquecido por todo esse tempo.

A Bíblia diz que tudo aquilo que me é preciso para a vida cristã e secular já me foi dado (2 Pe 1.3). Ou seja, nada mais me precisa ser acrescentado, Jesus já me deu tudo o que eu preciso em seu sacrifício na Cruz do Calvário. E se já me deu, porque tenho de pedir aquilo que já me foi dado?



O que quero dizer aqui é que, muito além de pedir, orar por isso, eu preciso agir por fé. Não que seja errado pedir para o Senhor confirmar sua oração, responder a seus pedidos, tudo isso é muito importante; mas, a grande questão de nossos dias é que precisamos agir tanto quanto orar. Existe o tempo de orar e existe o tempo de agir. Nós temos dado aulas em termos de oração e consagração. Mas, temos nos esquecido de agir. O grande segredo é agir, é se lançar por fé, é trabalhar e, deixar todo o resto com o Espírito Santo.

No livro de Lucas 9.1, 6,  observamos essa realidade prática. No verso 1, o Senhor chama aos doze discípulos – o que é uma representação da Igreja, das doze tribos de Israel – e lhes dá virtude e poder. 

A palavra virtude é a qualidade própria de alguém ou algo para produzir certos efeitos; propriedade; fala a respeito da utilidade ou do fim para o qual uma coisa foi feita; do propósito com o qual uma pessoa nasceu.

Por exemplo, uma semente de laranja vai dar laranjas. Logo a virtude de uma laranjeira, ou de uma laranja é gerar mais laranjas; ou seja, multiplicar.  Assim, os discípulos de Jesus tinham como virtude pregar o Reino de Deus, fazer a obra do Senhor, ensinando, pregando e curando. Essa era o ministério terreno de Jesus; Ele fazia apenas essas três coisas: ensinar, pregar e curar.

A palavra poder diz respeito à capacidade, possibilidade, direito de agir, de decidir, de decretar; autoridade, governo, mandato, procuração, poder espiritual que pertence à igreja. 

É o poder de realizar aquilo que nos foi dado por Jesus. O poder de curar enfermos, expulsar demônios e de quebrar todo e qualquer ardil de satanás.  

Porém, é importante lembrar que esse poder nos foi delegado por Aquele que o detém em sua totalidade (Mt 28.18). Aqueles que detêm o poder delegado (a Igreja, os discípulos) não são os donos do poder. Aquele que delega, sim, tem todo o Poder. Jesus nos deu poder como Igreja para fazermos a obra dele nessa terra, se apenas crermos. O poder não é nosso, é de Jesus!

A grande questão em nosso meio, é que muitos acham que o poder do Espírito Santo é igual a barulho e estardalhaço. Precisamos entender que o Reino de Deus não vem com aparência exterior. Podemos ver essa verdade em 1 Rs 19.11-15. O Senhor, o Espírito Santo estava em uma voz macia e delicada. Nós precisamos parar de limitar o Espírito Santo e achar que Ele age de uma única forma.

Essa virtude e esse poder nos foram dados sobre todos os demônios e toda a força do inimigo (Lc 10.19). E nós não temos na Bíblia, a menor menção que os discípulos ficaram orando pedindo isso ao Senhor, porque eles entenderam que o Senhor já os havia dado. E o que os discípulos fizeram?  Agiram, não ficaram esperando sentir algo sobrenatural, algo místico ou qualquer coisa parecida. Os discípulos foram enviados e fizeram aquilo que o Senhor Jesus os havia comissionado.

Os discípulos foram trabalhar e fazer a obra. Eles percorreram todas as aldeias; eles anunciaram o Evangelho e curaram no poder do Espírito de Deus, no poder e na virtude que lhes havia sido dados pelo Senhor.



Queridos, que hoje possamos entender que tudo é possível àquele que crê. E quem crê se lança e age. Não fica esperando um sinal, 300 confirmações do Senhor, Apenas, faz a obra e, deixa todo o restante por conta do Espírito Santo. Se apenas agir, verás o poder e a virtude do Senhor Jesus confirmando e operando sobre toda a palavra que sair de sua boca, segundo o mandamento de Deus!

Em Cristo,

Washington Santos.