sábado, 7 de janeiro de 2012

Não fique ansioso!!!


“Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.”

Filipenses 4:6-7

(Palavra pregada on line, no grupo “Guerreiros da oração” do Facebook.  No dia 04.01.2012)

Quero, antes de qualquer coisa, agradecer a Deus a oportunidade de compartilhar essa simples, porém profunda verdade da palavra que o Senhor Jesus colocou em meu coração. Quero exaltar e adorar ao nome do Senhor Jesus, pois sendo tão pequeno, me confiou tamanha responsabilidade pela revelação de sua palavra, que pode transformar vidas e abençoar a muitos. Todavia, se não for guardada com o devido zelo e precaução, pode causar também danos por ensinamentos errados, mentiras e entendimentos perniciosos e levianos pela contextualização despudorada da Palavra do Senhor.

A palavra que quero compartilhar com os irmãos é bem simples e muito conhecida, porém é muito profunda e reveladora. A primeira coisa que o Senhor Deus nos diz nessa palavra é para que não estejamos inquietos, ansiosos, nervosos e, para acalmarmos os nossos corações. Sim, é importante frisar que, dentre tantas verdades, se a pessoa está nervosa ou ansiosa é porque espera pelo cumprimento de uma promessa de Deus; significa que a pessoa crê nas promessas de nosso Rei. É essa uma das características de alguém que conhece as promessas do Senhor e tem a certeza que a benção vai chegar. De outra maneira, se a pessoas não cresse, não estaria ansiosa ou nervosa pelo cumprimento da promessa, e estaria realmente tomando outras atitudes ou buscando outras soluções.

O Senhor Deus está nos ensinando que, embora creiamos e tenhamos o coração limpo e puro para com as suas promessas, talvez ainda não estejamos prontos para recebê-las. Sim, irmãos, porque uma das maiores ferramentas de satanás para roubar as bençãos do povo de Deus é o fator tempo!!!  Temos a palavra, temos a promessa, temos os decretos de Deus, e muitas vezes entristecemos os nossos corações devido as circunstâncias, devido à situação que se apresenta diante de nossos olhos. Talvez seja o caso de usarmos uma ilustração bem simples para tentarmos explicar o que queremos mostrar.

Sabemos bem que se quisermos sair de nossas casas para chegar aos nossos trabalhos, temos que acordar, nos arrumar, tomar banho, tomar café, nos preparar, pegar a condução e chegarmos ao nosso destino. Assim é com o Senhor Jesus; há um tempo entre o estabelecimento da verdade (a revelação da Palavra) e a chegada ao nosso destino. É preciso que entendamos de uma vez por todas que as circunstâncias momentâneas, são apenas uma  tentativa de desviar-lhe de sua benção eterna (2 Co 4.16-18).

Se tivermos que nos preparar para chegar ao nosso emprego que é uma coisa simples, cotidiana e corriqueira, porque tendemos a achar que com Deus a coisa se dará num estalo com num passe de mágica? Porque, então, pensamos que vamos receber a promessa e o anjo vai chegar ao segundo subsequente para  nos entregar tudo pronto? Aliás, o recebimento do milagre, da benção, depende mais de nós mesmos do que do Senhor Deus; porque o Senhor já nos deu tudo o que é necessário para vencermos material e espiritualmente (2 Pe 1.3). E sabemos muito bem que a nossa vida é um milagre de Deus.

Ele tem seus meios de ação, e a Bíblia deixa claro que ele age dentro de sua palavra e de seus processos, não dos nossos.  Os caminhos de Deus, não são os caminhos do homem, nem seus pensamentos os nossos pensamentos. O que, aliás, e muito bom e perfeito, porque se dependesse de nós, faríamos tudo errado, e esse mundo já estaria há muito tempo em uma confusão muito  maior do que já está.

Glória a Deus que Ele faz tudo com  ordem e decência!!!

Glória a Deus que Ele ordena bem ao seu povo!!!

            É no tempo de Deus, não no nosso, aleluia!!!

E hoje Ele diz para você: “Quem crer não se apresse” (Isaías 28.16).  Lembre-se: “E não fará Deus justiça aos seus escolhidos que clamam a Ele de dia e de noite, ainda que pareça tardio para com alguns” (Lc 18.7).  Ele diz para você nessa noite: Passarão os céus e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar!!!!

Aleluia!!!!

Quem crer não se apressa irmãos!!!. Não se apressa, porque sabe que  a benção recebida antes do tempo de Deus se transforma em maldição.  Dentre muitas outras explicações que a palavra nos dá, quando a benção demora a chegar, segundo os nossos olhos, Ele está forjando o nosso caráter e preparando a nossa estrutura para recebermos sua benção e não a desperdiçarmos. De que adianta a promessa, o talento, termos a palavra de ordem do Senhor,  se não tivermos um caráter formado e forjado em Jesus? Seria essa pessoa qual Sansão. Olhe o tamanho do talento de Sansão, como foi poderosamente usado; todavia, não tinha um pingo de caráter e sua benção se transformou em uma maldição!!!

Por isso, não pense que Deus está demorando a te responder ou te abandono; Ele está te preparando para receber a benção das mãos dEle.  No texto, Ele nos orienta: “antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças”. 

Aqui falamos de 3 tipos de oração:  adoração, súplica e ação de graças, que não vamos esmiuçar aqui, para não perdermos o foco. O que Ele nos diz hoje é para que em meio às batalhas da vida e das dificuldades cotidianas, orarmos. A oração é o nosso escape; a oração é o nosso alimento; a oração é o poder de Deus nos cobrindo e nos guardando em nome de Jesus, pela intercessão do espírito Santo. Meditemos nas palavras do Senhor em Isaías 43.26: “Faze-me lembrar; entremos juntos em juízo; conta tu as tuas razões, para que te possas justificar”.

Olha aí Jesus nos ensinando a orar. É como se o Espírito de Deus estivesse nos dizendo: “faça-me lembrar de minhas promessas para a sua vida!” Ele nos fala: “venha até a mim, com a minha palavra;   lembre-me daquilo que eu te prometi. Eu quero te ouvir, eu quero saber se você guardou, de verdade, no coração tudo o que eu te prometi. Se você realmente crê que eu posso realizar tudo isso em sua vida.”.  Ele diz: “entremos juntos em Juízo, diante do trono de Deus, e lembre-se do que eu te prometi meu filho: eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos, amém!!! Eu quero apresentar a sua causa ao Pai, e ser o seu representante na sala do Pai!!!”

É necessário lembrar que não entramos na sala do trono do Pai sozinhos; Jesus está conosco. Ele nos ordena: “conte-me tudo o que tens passado; apresente-me as tuas razões para que eu possa te justificar.” E Ele está falando com você agora, aí onde você está!

No texto de Fp4. 6,  Ele nos ensina como temos de orar em  3 tipos de oração.

Oramos em adoração a Ele; suplicamos, abrindo o coração, choramos em sua presença, nos esvaziamos de nós mesmos e quando sentirmos a paz de Deus em nossos corações comece a dar graças, a ministrar louvores ao Senhor, como se já tivéssemos recebido as promessas. Sim, meus irmãos, porque Ele habita no meio dos louvores de seu povo.  Ele está conosco. Ele está intercedendo em nosso favor.

Ele está aí agora ao seu lado, irmão, aquecendo seu coração. Posso ver o irmão de joelhos orando a Deus, aleluia!!!

Assim, quando entramos no sobrenatural de Deus, naquele exato momento poderoso em que a tentação foge correndo, o tentador se desespera e sai de nossa frente, porque o Senhor está conosco.

Precisamos saber que o diabo não tem medo de nossa cara de crente, o diabo não teme os nossos maneirismos denominacionais; não teme nossos gritos, não teme a nossa faculdade, não teme o nosso dinheiro no banco.  Meus irmãos, mas quando nos submetemos a Deus e oramos, ele foge correndo de diante por sete caminhos diferentes do que aquele que veio aleluia!!!  Essa é a paz sobrenatural de Deus, que é diferente da paz do mundo, enche os nosso coração de alegria e paz p ara o mundo, a paz é a ausência de guerras; para nós, os salvos, a paz é a presença de Jesus em nossas vidas. Como explicar essa alegria constante, esse sorriso poderoso em nossos lábios, que muitos consideram arrogante? É a presença de Jesus em nossos corações irmãos, é a presença de nosso Rei. É a palavra de Deus quem guarda os nossos corações; é a Palavra quem nos anima, e a Palavra quem nos renova a cada dia, é a palavra quem nos liberta e nos faz crescer a cada dia.

Que estejamos sempre firmados na Palavra de Deus, meus irmãos. Que nunca coloquemos o nosso coração na religiosidade, em maneirismos, em profecias do coração do homem, mas única e exclusivamente na Palavra de Deus que é o próprio Jesus Cristo. Se, pois o Filho (A Palavra) vos libertar, verdadeiramente sereis livres. Sejamos livres e libertos pela palavra de Deus. Que guardemos os nossos corações na Palavra de Deus.

E deixo a minha palavra final, agradecendo a Deus e aos irmãos a minha oportunidade: "Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as soluções da vida." (Pv 4.23)

Que guardemos os nossos corações na Palavra de Deus. Amém e graças a Deus!